Com apoio do FIC, Rubenio Marcelo lança livro de poemas sintonizados com linguagem filosófica

Campo Grande (MS) – Com patrocínio do Fundo de Investimentos Culturais do Governo do Estado, o poeta Rubenio Marcelo lança nesta terça-feira (16 de maio) o livro “Vias do Infinito Ser”, às 19h30, no Teatro Prosa, na Rua Anhanduí nº 200, Centro. A entrada é franca.

O lançamento do livro contará com apresentações musicais de amigos do poeta, nomes representativos da música regional, como Galvão, Zé Du e Gilson Espíndola, que cantarão composições autorais da parceria com Rubenio Marcelo e também performances especiais da arte do dizer poético, com declamadores convidados do Curso Castro Alves.

Com 192 páginas e publicado pela Editora Letra Livre, o novo livro de Rubenio Marcelo traz 115 poemas em versos livres da sua fase atual de produção. A obra possui apresentação de Paulo Nolasco (prof. de Literatura, doutor em letras, membro da ASL) e prefácio do poeta e crítico de arte José Fernandes (prof. e doutor em letras, membro da Academia Goiana de Letras) – além de comentários de ‘aba/orelha’ dos escritores/críticos Antonio Carlos Secchin (da ABL), Gilberto Mendonça Teles e Henrique de Medeiros.

“Vias do Infinito Ser” é o 11ª livro autoral de Rubenio Marcelo e apresenta poemas dosados de efeitos metafóricos e sintonizados com linguagem filosófica e aspectos da espiritualidade humana – a obra expõe também mensagens voltadas para reflexões acerca da virtude e aspectos existenciais além do imediatismo cotidiano.

O autor – Poeta escritor, compositor e revisor, Rubenio Marcelo é membro e secretário-geral da Academia Sul-Mato-Grossense de Letras (ASL). Destacam-se também em sua produção os livros “Estigmas do Tempo” (2001), “Reticências” (2002), “Graal das Metáforas” (2007), “Horizontes d’Versos” (2009), “Voo de Polens” (2012) e “Veleiros da Essência” (2014).

Acervo / Rubenio Marcelo

É um dos vencedores do tradicional concurso literário ‘Noite Nacional da Poesia’. Com experiências em participações a convite de feiras literárias e bienais, integrou – como convidado – a Bienal Internacional de Poesia (que aconteceu em Brasília, reunindo expressivos nomes da poesia nacional e do exterior) e também participou de outros eventos do gênero, como a Feira Literária Internacional de Tocantins (FLIT), a FLIB (Feira Literária de Bonito) e, recentemente, a Feira do Livro de Brasília. É um dos autores homenageados no livro ‘Vozes da Literatura’, da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, que também enfoca sua obra e biografia.