Guga Borba apresenta sonoridade e poesia de nossos rios com apoio do FIC

Campo Grande (MS) – A sonoridade e a poesia de nossos rios, embalados na voz marcante de Guga Borba, marcam neste domingo (21 de maio), às 19 horas, a Concha Acústica Helena Meirelles, no Parque das Nações Indígenas. O espetáculo – que passará ainda por outras cinco cidades do Estado – faz parte do Circuito Águasom, que conta com o patrocínio do Fundo de Investimentos Culturais do Governo de Mato Grosso do Sul. E a entrada é franca.

O espetáculo reúne canções autorais e interpretações de músicas que remetem ao universo artístico e ao patrimônio ecológico sul-mato-grossense. A saudosa Helena Meirelles será homenageada nas apresentações do projeto que tem como proponente a produtora Cíntia Vizarro.

Guga terá ao seu lado no palco uma banda de excelentes instrumentistas: Alexander Cavalheri (teclados), Adriel Santos (bateria), Leandro Perez (guitarra) e Marcos Paulo Guedes (baixo).

O trabalho autoral de Guga Borba é de fácil acesso na internet, com 92 de suas músicas disponíveis para download gratuito. Seu último álbum, “7º Satélite”, lançado em 2015, ganhou o Prêmio Palco MP3 – Mais Acessado Folk e superou as duas centenas de milhares de acessos. Com 25 anos de carreira, Guga está entre os principais músicos de Mato Grosso do Sul da atualidade.

O músico iniciou sua trajetória nas bandas Inverno Russo, Belladona e Naip. Com o duo Filho dos Livres, ao lado de Guilherme Cruz, emplacou o hit de “Meu Carnaval” e vem conquistando uma legião de fãs. Guga Borba também integra o Clube do Litoral Central e desenvolve outros trabalhos, como o Ladaia, com o parceiro Leandro Perez e o tecladista Alexander Cavalheri.

Serviço: A Concha Acústica Helena Meirelles fica no Parque das Nações Indígenas, na Rua Antonio Maria Coelho. A apresentação começa às 19 horas e a entrada é franca.