Centro Cultural oferece cursos gratuitos de dança, percussão, desenho e teatro

Campo Grande (MS) – O Centro Cultural José Octávio Guizzo , unidade da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS), por meio do Programa Educativo abrirá inscrições a partir dessa terça-feira (10) para os cursos aprovados através de edital. Nesse primeiro semestre serão oferecidos os cursos de dança, percussão, desenho, teatro adulto e

Continue lendo…

Marco divulga selecionados para a Temporada de Exposições Temporárias 2018

Campo Grande (MS) – Foi publicado no Diário Oficial desta terça-feira (10.04) o resultado do edital que selecionou  artistas para a as Exposições Temporárias 2018 do Museu de Arte Contemporânea de Mato Grosso do Sul (Marco). Foram recebidas 32 inscrições e respeitando todos os critérios estabelecidos em edital foram selecionados 12 artistas: Alex Nogueira Rezende,

Continue lendo…

Centro Cultural promove aulas de dança gratuita para adolescentes e adultos

Campo Grande (MS) – O Centro Cultural José Octávio Guizzo (CCJOG), unidade da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS), por meio do Programa Educativo está com inscrições abertas para a oficina “Dança para todos”, direcionada para pessoas a partir de 14 anos com ou sem experiência e serão ministradas pelos professores Marcos

Continue lendo…

Oficina de teatro para crianças e adolescentes é oferecida gratuitamente pelo Centro Cultural

Campo Grande (MS) – O Centro Cultural José Octávio Guizzo , unidade da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS), por meio do Programa Educativo abrirá inscrições a partir dessa terça-feira (10) para a “Oficina de Teatro Infantil”, direcionada para pessoas de 06 a 13 anos e será ministrada pelo ator e diretor

Continue lendo…

Apoiado pelo FIC, livro aborda importância arquitetônica e cultural do Hotel Gaspar

Campo Grande (MS) – Será lançado nesta sexta (13 de abril), às 19 horas, o livro “Hotel Gaspar: Identidade e Memória no contexto do Desenvolvimento Local”, de autoria de Elaine Cristina Paganotti Rezende e Maria Augusta de Castilho. Publicado com apoio do Fundo de Investimentos Culturais do Governo do Estado, a obra não poderia ser

Continue lendo…