14ª Semana do Artesão leva oficinas do artesanato sul-mato-grossense a diversos públicos

Categoria: Geral | Publicado: terça-feira, março 22, 2022 as 09:16 | Voltar

Campo Grande (MS) – A 14ª Semana do Artesão está levando o conhecimento das técnicas do artesanato sul-mato-grossense a diversos públicos. Na tarde de ontem (21), aconteceu uma oficina inclusiva, na escola Pestalozzi Campo Grande. Os alunos aprenderam com a artesã Rosenir Batista como é feita a cerâmica indígena Terena preparada com argila. Este foi o primeiro contato dos alunos com uma artesã indígena.

“Dentro da nossa proposta educacional temos investido muito na formação humana através da arte e da cultura. É importante quando a Fundação de Cultura faz essa parceria com a gente e traz outra área de formação para nossos alunos e faz a inclusão social das pessoas.  Uma oficina como essa ajuda na coordenação motora dos alunos e proporciona a eles outras experiências estéticas. Como essa é a primeira vez que eles tiveram contato com uma artesã indígena, eles prestaram muita atenção desde a hora que ela entrou. É uma realidade diferente para eles”, explicou a coordenadora de projetos de arte, cultura e esporte da Pestalozzi Campo Grande Nelly Stefani Cano. A coordenadora geral da instituição, Romilda Paracampos, complementou: “A escola tem que ser viva! A arte e a cultura nos traz os valores da nossa sociedade”.

Para a artesã Rosenir Terena, levar os seus conhecimentos a outras pessoas foi muito enriquecedor. “É muito gratificante sair da aldeia para ministrar oficinas, pois para nós indígenas, sem esse incentivo da Fundação de Cultura é muito difícil sair de lá. Fico muito orgulhosa de continuar o trabalho da minha mãe e da minha avó e ensinar meu trabalho a outras pessoas, afirmou Rosenir.

Ainda ontem, no estacionamento do Shopping Campo Grande, local onde está acontecendo a Feira de Artesanato Sul-mato-grossense, houve  a oficina de Macramê, com a artesã Magali Ono. O Macramê é um tipo de tecelagem manual, onde precisamos apenas das mãos e do material/fio escolhido para tecer algo.  Segundo a artesã, essa técnica pode ser utilizada na produção de bijuterias como pulseiras e colares e também servir como barrados em toalhas. A procura pela oficina foi grande. “Sempre gostei de ministrar oficinas, estou muito feliz de estar retornando a dar aulas depois da pandemia”, finalizou.

 A 14ª Semana do Artesanato continua até o próximo sábado, com feira de artesanato, exposição, oficinas e shows, no estacionamento do Shopping Campo Grande. A entrada é franca.

 

Publicado por: Gisele Colombo

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.