Fundação de Cultura seleciona espetáculos para o Festival Boca de Cena 2017

Campo Grande (MS) – Sete espetáculos teatrais de grupos de Campo Grande e do interior do Estado foram selecionados para o Festival Boca de Cena – Mostra Sul-Mato-Grossense de Teatro e Circo 2017. Os projetos contemplados pelo edital foram publicados no Diário Oficial desta terça-feira (21 de março).

Foram classificados: Os Corcundas, do Circo do Mato Grupo de Artes Cênicas (Campo Grande), Os Guardiões, do Teatral Grupo de Risco (Campo Grande), Os malefícios do tabaco, do Grupo Identidade Teatral (Campo Grande), Quem matou o morto?, da Cia. Theastai de Artes Cênicas (Dourados), Lápide inconclusa em quarta-feira de cinzas, da Associação Cultural Fulano di Tal (Campo Grande), O santo e a porca, do Grupo Arte Viva (Jardim) e Os três porquinhos e o lobo mau, da Cia Teatral Corpo Cênico (Nova Andradina).

Foram recebidas quatorze propostas. A Comissão de Seleção tinha como objetivo selecionar até dez espetáculos para o projeto, composto de mostra de espetáculos, seminários, oficinas, intercâmbios e exibição de filmes, tudo com entrada franca. As datas das apresentações serão definidas nos próximos dias.

A Comissão de Seleção foi composta pelos seguintes membros titulares: Dora de Andrade Silva (professora de Artes Cênicas da UEMS e Doutora em Artes Cênicas), Glaucia Vieira Pires de Oliveira (professora de Artes Cênicas da UEMS e Especialista em Dança e Expressão Corporal) e Jair de Oliveira (ator e diretor de Teatro).

O “Boca de Cena” é realizado desde 2008 pela Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul em parceria com o Colegiado Setorial de Teatro e o Colegiado Setorial de Artes Circenses em comemoração à duas datas importantes: Dia Internacional do Teatro e Dia Nacional do Circo.

“A mostra já está consolidada no calendário cultural do Estado, sendo uma referência entre o público. Conta com a parceria dos colegiados e universidades, oferecendo legitimidade ao produto cultural numa construção coletiva, com o objetivo de chegar ao principal interessado, o público”, explica Márcio Veiga, gestor de Produção Cultural da Fundação de Cultura.

O objetivo da Mostra é fomentar o desenvolvimento das artes cênicas, promover e valorizar o encontro do público com a arte do teatro e do circo de Mato Grosso do Sul, promovendo uma programação artística reveladora da expressão cênica estadual e propiciar o intercâmbio de artistas e a formação de plateia em ambientes cênicos convencionais ou não.

Serviço: Todas as apresentações são gratuitas. Mais informações com Márcio Veiga, coordenador do Núcleo de Teatro da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul pelos telefones (67) 3318-9170 ou (67) 9272-9770.