FCMS e SED firmam convênio para edital do livro “Vozes da Juventude”

Campo Grande (MS) – A Secretaria de Estado de Cultura e Cidadania (SECC)  e a Secretaria de Estado de Educação (SED), em solenidade realizada na tarde desta quarta (7), firmaram um convênio para lançamento de um edital para a edição e publicação do livro “Vozes da Juventude” que explorará a temática identidade sul-mato-grossense.

O eventou contou com a presença do Secretário de Cultura e Cidadania, Athayde Nery, da Secretária de Educação, Maria Cecília Amendola da Motta, do Subsecretário de Juventude, Tiago Freitas, diretores e técnicos da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul.

O livro “Vozes da Juventude” foi idealizado pela Gerência de Patrimônio Histórico e Cultural de Mato Grosso do Sul e visa publicar textos e imagens  de estudantes de 8º e 9º anos do ensino fundamental e também de estudantes do Ensino Médio das Escolas da Autoria da SED e dos projetos  Avanço Jovem na Aprendizagem em Mato Grosso do Sul (AJA-MS) e Seguindo em Frente da Rede Estadual de Ensino. O conteúdo será selecionado por meio por concurso.

A intenção é que estes jovens tenham a oportunidade de construir saberes criativos por meio de produções autônomas que valorizem a identidade e fatos históricos do Estado. “Pensamos esta publicação com muito carinho e desejamos que ele seja a voz da juventude estadual”, afirmou a Coordenadora de Políticas Públicas para o Ensino Fundamental da SED, Eleida da Silva Arce Adamiski.

Para o Subsecretário da Juventude, Tiago Freitas, o governo do Estado tem sido muito receptivo às ações para a juventude. “As parcerias com a Secretaria de Cultura e Cidadnia e com a Secretaria de Educação são fundamentais para viabilizar as políticas públicas para a juventude. A juventude não é o amanhã e sim o presente. Ela precisa desse protagonismo”, destacou.

Segundo a Secretária de Educação, Maria Cecília Amendola da Motta, as políticas propostas pela SED têm focado na participação dos estudantes nas decisões. “No mundo de hoje todos querem ser ouvidos. E este projeto é uma oportunidade dos alunos mostrarem o que estão sentindo. Estamos servindo o cidadão por meio do seu crescimento”, comemorou.

O Secretário de Cultura e Cidadania, Athayde Nery, acredita que todos têm que se apropriar dos aspectos culturais de Mato Grosso do Sul. “Temos que promover a união do conhecimento da escola com a sabedoria da arte. Esta integração da Cultura e Educação só é possível com vontade políticas e é isso que estamos fazendo. Temos uma exuberância neste campo e temos muita coisa para falar da nossa identidade. Agradeço a ousadia e temos que aprofundar isso”, finalizou.

Fotos: Álvaro Herculano