Fundação de Cultura promove artesãos que podem comercializar em loja virtual de empresa aérea

Categoria: Geral | Publicado: segunda-feira, agosto 3, 2020 as 18:18 | Voltar

Campo Grande (MS) – Em meio à crise sanitária da Covid-19 surge uma oportunidade para os artesãos e artistas sul-mato-grossenses terem visibilidade e comercializarem seus produtos no ambiente virtual. Iniciativa da companhia Gol Linhas Aéreas Inteligentes, o projeto Aproximando Distâncias lançado na manhã desta segunda-feira (03/08), tem como principal objetivo aproximar artistas e artesãos do consumidor final, com produção de conteúdo e loja virtual promovendo o turismo, a arte e a cultura brasileira.

Nessa primeira etapa foram selecionados 25 artesãos/artistas de diversos estados brasileiros, dentre eles o Mato Grosso do Sul, representado pela artesã Lucimar Maldonado que atua com artesanato há quinze anos. Um dos fatores que contribuiu para que Maldonado fosse selecionada é a parceria que ela possui com os índios Terena de Miranda, município distante a 208 km de Campo Grande. A cooperação já dura mais de 10 anos e tem rendido bons frutos.

Maldonado foi ‘descoberta’ pela curadoria da plataforma em uma ação da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS) nas redes sociais, onde estão sendo divulgados os artesanatos que são comercializados na Casa do Artesão. “Estou animada, além da parte comercial, vai ser um aprendizado a loja virtual”, frisa a artesã, que desenvolve seu trabalho tendo como principais matérias primas a fibra de bananeira, buriti e taboa.

Para o índio Terena Alex Sandro Medina, parceiro de Lucimar, que trabalha na produção de bichos do pantanal utilizando madeira, com uma produção média de 150 artesanatos por semana, disse que por conta da pandemia o trabalho foi bastante prejudicado. “Com a loja virtual estamos com uma boa expectativa de poder comercializar nosso artesanato para mais pessoas”.

Katienka Klein gerente de atividades artesanais da FCMS,  disse que por causa das medidas restritivas em vigor, não foi possível a participação dos artesãos em feiras nacionais e que a plataforma pode contribuir sobremaneira com o artesanato produzido no Estado. “No momento é o formato mais importante que encontramos e a exposição online é a solução para a comercialização e a subsistência do artesão sul-mato-grossense”, destaca Klein.

Atualmente estão cadastrados no Sistema de Informações Cadastrais do Artesanato Brasileiro (SICAB), 6.350 artesãos do Estado. O número é sempre atualizado  já que são feitos novos cadastros frequentemente.

A  diretora presidente da FCMS, Mara Caseiro, diz que a ação da Gol fortalece a cadeia produtiva do artesanato e dá visibilidade aos artesãos e artistas regionais neste momento de dificuldade. “Num momento tão difícil, em que as pessoas, bem como nós da Cultura estamos nos reinventando, a iniciativa pode despertar a curiosidade das pessoas em conhecer melhor a arte e o artesanato de Mato Grosso do Sul”.

Entre os produtos disponibilizados na plataforma Aproximando Distâncias estão obras de arte regionais e alimentos típicos, grafite, cestaria, vasos, bijuterias, panelas de barro, bonecas de pano, conserva de pimenta e bala de banana, entre outros. Alguns itens serão entregues porta a porta e outros vendidos por meio de vouchers - ou seja, os compradores adquirem pelo site e têm até um ano para retirar a compra no local escolhido.

Conheça a plataforma em www.aproximandodistancias.com.br .

Texto: André Messias

Publicado por: jgribeiro

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.