Governo e Fundação de Cultura firmam protocolo de intenções para restaurar o Museu de Tecnologia em Maracaju

Categoria: Museus, Patrimônio Histórico | Publicado: sexta-feira, janeiro 28, 2022 as 11:14 | Voltar

Campo Grande (MS) – O Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, por meio da sua Fundação de Cultura e da Secretaria de Estado de Infraestrutura e o Município de Maracaju, firmou um protocolo de intenções com a finalidade de restaurar o Museu de Tecnologia Regional Anna Thereza de Lima Alves, localizado em Maracaju.

O objeto desse protocolo é a formalização do compromisso dos participantes na formalização de termo de convênio para restauração do museu com investimento total de R$ 746.302,00, sendo concedido R$ 681.302,00 pelo Governo do Estado, havendo a contrapartida no valor de R$ 65.000,00 por parte do município de Maracaju.

Segundo o presidente da FCMS, Gustavo Cegonha: "o ano começou com grandes ações para nosso patrimônio cultural. Essas reformas eram muito aguardadas pela população e pelos trabalhadores da cultura. O governo do estado está empenhado nessas obras que serão muito importantes para o desenvolvimento cultural dos municípios".

O Museu de Tecnologia Anna Thereza de Lima Alves foi criado em 11 de junho de 1996, data do aniversário de Maracaju, pela Domadora Anna Thereza de Lima Alves, em uma reunião festiva do LIONS.

Em meados de 2006, o Museu foi cadastrado no Cadastro Nacional dos Museus Brasileiros, por conta deste cadastro o museu está no Guia Brasileiro dos Museus do Brasil. Depois da efetivação deste cadastro o museu pode participar da Semana Nacional de Museus e Primavera dos Museus realizada anualmente em todo o Brasil.

A última revitalização do museu foi em 2016, tanto na parte material do prédio quanto na parte dos acervos. Em 2016, entre os dias 11 a 15 de maio o Museu passou por uma reforma interna, em que uma empresa realizou doações de itens como tintas e outros utensílios que deram uma melhorvisão interna do prédio do Museu.

“O museu é um único exemplar de unidade de memória que carrega em seu nome e na sua história a palavra ‘tecnologia’. Temos nele exemplares de bens que contam a história de Maracaju, sua ocupação, formação e trajetória dentro do MS”, afirma o gerente de Patrimônio Histórico e Cultural da Fundação de Cultura, Caciano Lima, enfatizando a importância do museu e da revitalização do espaço.

Publicado por: Karina Medeiros de Lima

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.